Vídeo ao vivo nas mídias sociais: sua marca precisa fazer?

Antes da internet, fazer uma transmissão ao vivo era muito caro, pois era preciso contratar um espaço em um satélite para retransmitir o sinal, além de toda a infra com equipe e equipamentos de filmagem. Com a chegada da banda larga vários fornecedores passaram a oferecer um serviço chamado de webcast, ou seja, transmissão via web utilizando tecnologia streaming.

O webcast impulsionou a criação de muitas TVs corporativas e muitas aplicações de ensino a distância, pois o custo é muito baixo se comparado à transmissão via satélite. Mas uma outra revolução aconteceu quando as mídias sociais passaram a oferecer o serviço com custo zero, bastando usar o celular ou uma webcam, sem custos com equipamentos, equipe de filmagem e contrato de transmissão de dados. Isso permitiu que qualquer marca ou qualquer pessoa pudesse fazer vídeos ao vivo, o que popularizou esta forma de compartilhar conteúdo.

Começou em 2011 quando o YouTube foi liberando o serviço aos poucos para os canais com mais inscritos. Passa pelo lançamento do Periscope, aplicativo do Twitter, em março de 2015 e do Facebook Live em agosto de 2015. Se não falta opção de ferramenta para fazer um vídeo ao vivo, o que muitas marcas devem se perguntar é: faço um vídeo ao vivo sobre o que e para quem? Como determinar se é melhor fazer um vídeo ao vivo ou editado?

Antes de responder estas perguntas, permita-me contar uma história: em 2012 fiz uma visita de benchmarking na TV corporativa de uma grande empresa brasileira. Eles haviam feito uma mudança radical em sua programação: acabaram com os programas editados, que ficavam disponíveis sob demanda (VOD) e criaram uma transmissão ao vivo diária, que durava por volta de 40 minutos e ia ao ar pela manhã. Como a empresa era grande, assunto não faltava, mas logo me interessei pela audiência: “depende do tema”, me respondeu o gestor da TV. “Nossa audiência é gigante quando tratamos de reajuste salarial.”

Não preciso explicar o motivo dos picos de audiência, não é? O que fará seu público se interessar pelo seu vídeo tem mais a ver com o conteúdo do que com a forma. Se você tratar de um assunto que interesse tanto seu público-alvo quando o tema reajuste salarial interessa ao público da TV que eu visitei, você já tem meio caminho andado para o sucesso. Mas para decidir entre vídeo ao vivo e vídeo editado, vou te dar algumas dicas:

  • a grande vantagem do vídeo ao vivo é a possibilidade de interação com o público. Se não há interação, considere fazer um vídeo editado;
  • outra vantagem é mostrar um acontecimento em tempo real, como uma partida esportiva, uma premiação ou o lançamento de um produto;
  • o vídeo ao vivo pode ser bem mais barato que o editado, mas não lhe servirá de nada se não alcançar os objetivos propostos;
  • o vídeo editado sempre terá uma qualidade melhor, por mais eloquente que seja o apresentador de um vídeo ao vivo;
  • deixar o vídeo gravado ao vivo disponível para ser assistido sob demanda pode ser interessante, mas não espere audiência enorme. Se puder fazer uma edição básica, cortando as gorduras, você terá um vídeo menor e mais atraente;
  • priorize apresentações exclusivas para o público online. Se for transmitir uma palestra com público presencial, prestigie o público online permitindo que façam comentários e perguntas. Caso ofereça certificado de participação ao público presente, faça o mesmo com o online;
  • antes de definir sua transmissão, pense no local em que seu público estará (em casa, no trabalho) e quanto tempo ele teria disponível para te assistir ao vivo.

Pronto! Se você já tem a definição de seu público-alvo, o tema do seu vídeo e os objetivos que espera alcançar, já está pronto para ir ao ar! Ou melhor, vá pelo cabo, porque ir pelo ar é muito caro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s