Como fazer marketing para escolas

O desafio das escolas em buscar novos alunos é constante. Todo ano alguns de seus alunos chegam ao último ano do curso e, por mais satisfeitos que estejam com a escola, serão obrigados a seguir em frente e deixar de ser um cliente. O boca a boca e a recomendação de alunos e ex-alunos é um excelente aliado, mas nem sempre é suficiente.

E se eu te contar que a ferramenta que muitas empresas, de diferentes segmentos, estão usando para atrair novos clientes é a… educação? Isso mesmo: muitas empresas estão oferecendo conteúdo educativo gratuito para converter interessados em clientes!

E como isso funciona? Vou tentar ser bem didático exemplificando duas formas diferentes de se fazer marketing:

  • Marketing tradicional: a escola coloca anúncios em outdoors, revistas de bairro, cria anúncios no Facebook e no Google. Neste tipo de anúncio a escola vai destacar seus pontos fortes, seus recursos ou até alguma conquista de seus alunos, ou seja, vai falar bem de si mesma. O público-alvo são pais ou responsáveis que estão buscando um escola para seus filhos. Este tipo de anúncio ainda funciona, mas cada vez convence menos as pessoas, pois a maioria irá acreditar mais no que dizem da escola do que aquilo que diz a propaganda. Então não adianta dizer que é biligue, se as pessoas dizem que o inglês da escola é fraco.

 

  • Marketing de conteúdo: a escola produz conteúdo educativo para atrair seu público-alvo. Por exemplo: pais que têm filhos em processo de alfabetização podem ser ensinados que é normal a criança espelhar letras e números e que os pais não precisam corrigir seus filhos. Os conteúdos podem vir em diversos tipos de formato (texto, vídeo, podcast, infográfico, webinar e outros) e divulgados nos canais digitais da escola (lista de email, site, blog e mídias sociais). Outra ideia é ensinar sobre a linha pedagógica que a escola acredita. Então, uma escola construtivista, por exemplo, pode falar sobre mitos e verdades sobre o ensino construtivista. Desta forma, ela está ajudando os pais a escolher uma escola com a qual eles se identificam.

Repare que o marketing de conteúdo irá trabalhar para que sua escola seja reconhecida como especialista em diversos assuntos importantes para seu público-alvo. Isso fará com que ela ganhe a confiança dos pais, mesmo sem ter a recomendação de um parente ou amigo.

Além de divulgar e promover seu conteúdo, também é importante que a escola cadastre os interessados em receber mais material por email. Desta forma, seu público deixa de ser apenas um número e passa a ter nome, bairro onde mora e até, se for importante, a informação da idade dos filhos.

Ter uma boa lista de possíveis clientes irá mudar a forma como você divulga a abertura de matrícula para o próximo ano. Não se trata de uma lista genérica, é uma lista que você mesmo construiu. Uma lista de pais com filhos em processo de alfabetização ou de pais que se identificam com o ensino construtivista. Basta ajustá-la ao seu público-alvo.

Conhecimento aprendido? Então é hora de passar da teoria à prática! Especialistas em educação sua empresa têm de sobra!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s